Seu sangue salva vidas

Doar Sangue_Dicas da Fisioterapeuta

Esses dias, fui doar sangue. Fui sem direcionar meu sangue para nenhuma pessoa, simplesmente fazer o bem sem saber a quem.  Até que a recepcionista começou a fazer algumas perguntas e uma delas era saber se eu fui doar para uma pessoa específica. Respondi que não e um homem que estava sentado ao meu lado escutou e meio tímido pediu para direcionarmos o sangue pra ele,  pois ele faria uma cirurgia no coração, com risco de morrer caso não tivesse sangue suficiente e precisava de 12 doadores e que se eu aceitasse seria a sétima. É claro que aceitei  e doei com muita felicidade no coração. O que quero mostrar pra vocês é que alguém com necessidade de uma simples ajuda pode estar esperando por você.

A Doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado para armazenamento em um banco de sangue ou hemocentro para um uso subsequente em uma transfusão de sangue.

Existem vários motivos para ajudar, mas vou citar alguns e mostrar a importância da sua doação

Primeiramente uma doação pode salvar até três vidas. Cerca de 450 ml de sangue doado, o equivalente a uma bolsa de sangue que doamos. Quer um motivo maior que esse?

O sangue doado não faz a menor falta para o doador. Consequentemente, nada justifica que as pessoas deixem de doá-lo. O processo é simples, rápido e seguro. Eu prometo.

Os adolescentes de 16 e 17 anos podem doar sangue sim. Fisicamente eles já estão aptos para doar sangue, mas por serem menores de 18 anos, precisam de autorização dos pais ou responsável e claro sendo saudável  e vale lembrar que a idade máxima é 69 anos.

Quando você doa seu sangue, você também está doando plasma, plaquetas e hemácias.

Uma curiosidade é que além dos casos em que o sangue é utilizado integralmente, o material coletado também pode ser separado e receber diferentes aplicações: as plaquetas são usadas em tratamentos contra o câncer e o plasma auxilia na recuperação de pacientes que sofreram queimaduras, por exemplo.

A sensação do corpo renovando o líquido perdido e a sensação de dever cumprido, fazem aumentar a energia e o entusiasmo para o restante do dia. Vale sentir essa vibe.

O que é triste é que menos de 2% da população brasileira doa sangue regularmente.
No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue com regularidade. Ou seja, os bancos de sangue operam no limite.

É importante saber que a frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Ninguém está livre de precisar de uma transfusão de sangue. Ninguém está livre de sofrer um acidente, de passar por uma cirurgia ou por um procedimento médico em que a transfusão seja absolutamente indispensável.

Um simples gesto de amor e solidariedade pode gerar muitos sorrisos. Faça sua parte, independentemente de parentesco entre o doador e quem receberá a doação.

Essas informações foram úteis? Compartilhem com os familiares e amigos e me sigam no instagram e no facebook .

Alessandra Cardoso

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.