O SABOR DA VIAGEM – Paraty…Ainda Sobre As Pequenas Viagens!!!

Olá meu amigo, minha amiga… vamos literalmente viajar? Vem comigo e deixe-se encantar por cada detalhe que vou te contar!

Hoje vou falar pra você de uma cidade do Rio de Janeiro, mas que é bem pertinho de São Paulo, Paraty, a mais ou menos 270 km.

Paraty é uma cidade colonial e é considerada patrimônio histórico nacional, preservando até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos. Um verdadeiro tesouro entre o mar e as montanhas!

Para passear no centro histórico é preciso ter cuidado pois as ruas de pedras chamadas “pés-de-moleque” são extremamente irregulares, porém encantadoras, então…nada de salto por lá, vá bem a vontade. Os casarões coloridos, as igrejas em estilo de época compõem a beleza, e os misteriosos símbolos maçonicos que enfeitam suas paredes, nos levam a imaginar como seria a vida no Brasil antigamente. Por ali, não é possível trafegar de carro.

IMG_8021 web

IMG_7678

IMG_7590-3107138221-1539383899562.jpg

A cidade teve grande importância  econômica devido aos engenhos de cana-de-açucar, considerada sinônimo de BOA aguardente. Vale a pena a visita na Cachaçaria Pedra Branca Lugar lindo que rende boas fotos!!!

cachaçaria pedra branca paraty IMG_9867 web

No século XVIII, teve destaque como importante porto por onde escoava das minas gerais, o ouro e as pedras preciosas que embarcavam para Portugal. Porém, com a construção de um novo caminho da ESTRADA REAL (você pode usar essa estrada para chegar em Paraty e há ainda o passaporte da Estrada Real), desembocando diretamente no Rio de Janeiro, levou a cidade a um grande isolamento econômico.

Quando foi aberta a estrada Paraty-Cunha e após a construção da Rio-Santos na década de 70, Paraty tornou-se pólo de turismo nacional e internacional, devido ao seu bom estado de conservação e graças  às suas belezas naturais. Em sua área encontram-se o Parque da Serra da Bocaina, a área de Proteção Ambiental do Cairuçu, onde está a Vila da Trindade, a reserva da Joatinga e ainda faz limite com o parque Estadual da Serra do Mar, ou seja, é mata Atlântica por todo o lado. Veja essa hospedagem no pé da mata  Pousada Chill Inn

Enfim, vamos para os afazeres em Paraty:

Durante o dia normalmente todos estão nas praias, nos passeios ou nos parques que mencionei anteriormente. Você pode contratar o passeio diretamente com o barqueiro, perto da igreja, onde ficam estacionados vários barcos deles para a sua escolha.

Os destinos são inúmeros como:

Saco da Velha, Lagoa azul, ilha Comprida, Ilha dos Ganchos, Praia do Lula, Praia Vermelha, e etc. Se você contratar 1 dia antes pode negociar com eles também para providenciar uma cervejinha geladinha (claro que vão combinar um preço por isso) ou qualquer bebida da sua preferência pois todos eles tem cooler´s ou caixas para esse armazenamento, fazendo com que você apenas desfrute do passeio.

Há na cidade também vários receptivos, se você preferir negociar direto com eles. Normalmente são passeios em barcos maiores, com mais pessoas, as famosas Escunas, porém eles te indicarão uma lancha de aluguel, caso você queira algo mais privativo. Nós fomos direto nos barqueiros e posso te garantir que para desfrutar o visual tomando sua bebinha preferida nada melhor do que o Barquinho com o motor um tanto barulhento, mas que te proporcionará uma linda viagem.

IMG_7613

 

IMG_7622

Outra forma de fazer esse passeio de barco é indo de carro até Paraty-Mirim, 18 km de Paraty. O acesso é pela Rio-Santos em direção a SP até o KM 1545 donde há uma estrada à direita. Você entra nela e vai, por uma estrada de terra, ou de chão, como preferir.

A igreja mais antiga de Paraty está nessa praia. No meio do caminho há uma reserva de índios Guaranis preservada pela FUNAI.

IMG_7681
Igreja mais antiga de Paraty situada em Paraty-Mirim

Enfim, da praia de Paraty-Mirim escolhemos ir para o Saco do Mamanguá, onde foi filmada a cena da lua-de-mel da saga “o Crepúsculo” (se lembram que ele diz no filme que estão no Brasil?). Um pouco mais a frente da casa está uma prainha, quase que particular, a praia do cruzeiro. Só tínhamos nós, o céu, o mar, o Seu Mané com sua esposa, filhas e sobrinhas pra nos atender , aliás , fomos muito bem atendidos. A comida da esposa do Seu Mané é bem caseira, simples e deliciosa. O peixe é o que a pesca rendeu naquele dia. Já fui 3 vezes e cada vez provei um diferente. A caipirinha é deliciosa, desce como suco, e a cerveja então??? Geladinha e das melhores marcas!! A água é cristalina e a praia é longa, não afunda nunca. O ideal é voltar de lá no máximo as 16hs pois após esse horário os borrachudos tomam conta. Nem com repelente eu escapei.

Ah, detalhe importante: Se você fizer esse passeio num domingo e chegar à praia do Cruzeiro antes das 11hs, terá que esperar pelo Seu Mané e sua família pois eles frequentam o culto todos os domingos e só abrem o restaurante quando chegam, mas espere, eles virão!!!

IMG_7685
Paraty-Mirim de onde saem os barcos
IMG_7734
Vista do caminho do Saco do Mamanguá
IMG_8045
Eu e Papai
IMG_7720
Caipiroska do seu Mané !!! Restaurante Cruzeiro

IMG_7714

Praia do Cruzeiro – Saco do Mamanguá

IMG_8071
Espetáculo da natureza!!!

Para se hospedar recomendo várias Pousadas, por exemplo:

Pousada do Corsário que fica no canal . Se você alugar uma lancha você pode embarcar dali mesmo, chique não? Rs me hospedei nela e gostei bastante! Tem uma piscina ótima!!! Outras que posso recomendar são a Pousada do Ouro e a Pousada Porto Imperial esta tem vários tipos de acomodações e uma aérea comum, com bar, sofás, espaço pra fumantes e não fumantes, piscina… Muito elegante, confortável e aconchegante. Super recomendo!!!

IMG_9833[1]
Pousada do Corsário
Após aquele banho relaxante em sua pousada, é hora de se alimentar e curtir as lojinhas.

Para comer indico alguns lugares que tive o prazer de conhecer:

Bendita´s Restaurante não é tão simples nem tão sofisticado, mas os pratos são imponentes, a começar pela salada, amei!!! Depois uma massa acompanhada de um bom vinho e música ao vivo,  hummm … não quero mais nada rs. Ops um cafézinho da Copenhagen vai bem, não acham? pois é , lá tem!!! e pra quem adora uma glicose, pelas ruas de pedras estão os carrinhos que garantem vários doces saborosos como bolo de tapioca, e outros que não me recordo. E tem também as sorveterias, a Pistache é muito boa!!!

IMG_7657
Sorveteria Pistache

Outras Opções:

Restaurante Pippo , Margarida (este fica aberto no almoço também, precisamente das 12 à 1h)  e para quem quer curtir não apenas a gastronomia mas quer também uma baladinha é só ir ao Paraty 33 que particularmente fica MUITO melhor quando a banda Movin Up está por lá. Sou fãzassa (existe essa palavra ?rs) Grande beijo pro meu amigo Marco Aurélio.

Enfim, circule nas ruas de pedras pé-de-moleque, entre nas lojas de artesanato, compre!!! Você não vai se arrepender!!!

Outra e última dica mas não menos importante:

Ao longo do ano inteiro acontecem várias feiras e eventos as vezes internacionais,culturais, sociais, musicais etc. Vale a pena conferir a agenda e se você quer curtir um carnaval com bloquinhos desfilando pelas ruas com direito a fanfarra organizada.

Vá para Paraty!!!  Com certeza você vai Amar!

IMG_7582
Beijos e até nossa próxima viagem!!!

Siga Grazi De Camilis e visite o  Instagram da Surya Viagens, cadastre seu e-mail para receber todas as outras dicas!


Informações sobre outros destinos e pacotes:

e-mail: graziela@suryaviagens.com.br

(11) 96397-8148 ou 2337-6276
Anúncios

3 comentários

  1. Visitei Paraty pela primeira vez em 1994. Cheguei de veleiro pela manhã, aquela vista maravilhosa ficou gravada na minha memória é desde então tenho visitado Paraty sempre que possível. Amo😍

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.