Entre Nós – Razão, estação ou vida inteira?

Li um texto muito interessante esses dias sobre o tempo de permanência das pessoas na nossa vida. Não sei ao certo quem é o autor, mas gostaria de dividir com você um pouco das lições deste texto para refletirmos juntos.

As pessoas entram na nossa vida de diferentes formas. Enquanto algumas são para vida inteira, outras são só para uma estação… E ainda há aquelas que passam por nós só por uma razão.

Quando entram na nossa vida só por uma razão, elas vêm nos ajudar a suprir alguma necessidade que enfrentamos: Seja ela emocional, física ou espiritual. Esses encontros são como presentes divinos e aparecem nos momentos mais inusitados da nossa vida. É como se encontrássemos exatamente o que precisávamos naquele momento.

Mas essas pessoas se vão assim como chegaram.

Às vezes elas morrem, às vezes elas simplesmente se vão ou te forçam a tomar uma atitude que acaba as afastando. Por mais doloroso que possa ser, com o tempo percebemos que elas cumpriram seu papel na nossa vida.

Mas era tempo de partir.

Quando entram na nossa vida por uma estação, é hora de aprender e crescer como ser humano. São pessoas que trazem experiências únicas, momentos inesquecíveis e uma felicidade indescritível para nossa rotina.

Elas nos acompanham por determinadas fases da vida e geralmente temos a sensação que serão para a vida toda… Mas são só para uma estação.

São pessoas que guardamos memórias muito fortes com o passar do tempo, mas que por um motivo ou outro não fazem mais parte da nossa jornada.

E por último temos os relacionamentos para uma vida inteira. São pessoas que nos acompanham e nos dão base para construir uma formação emocional sólida. São relacionamentos que aplicamos tudo aquilo que aprendemos anteriormente: Amar, respeitar, ensinar e ser ensinado, ouvir e ser ouvido sem julgamentos ou vergonha.

São pessoas que nos entendem de tal forma que já fazem parte de quem nós somos e da nossa história. São verdadeiros elos que ligam nosso passado, presente e futuro.

Diante desses diferentes tipos de permanência, eu me pergunto: Será que são as pessoas que entram na nossa vida por algum motivo ou será que somos nós que entramos nas vidas delas para ensinar algo?

É preciso olhar para a imensidão que nos cerca de maneira mais consciente. Cada pessoa que passa por nós tem uma trajetória de vida, uma história, um coração e… um tempo de permanência na nossa jornada.

Assim como cada uma delas, nós também somos uma razão, uma estação ou uma vida inteira para alguém. Quando você perceber qual deles é, saberá o que fazer por cada pessoa.

Você hoje é razão, estação ou vida inteira?

Nicole Cichovski Begot


Me siga no instagram, curta, compartilhe  e deixe sua opinião nos comentários para refletirmos juntos sobre o tema. Para acompanhar mais posts como esse assine o blog! =)

Anúncios

6 comentários

  1. Coisa boa refletir sobre como representam as pessoas que passam por nossas vidas! Eu lembrei de uma gerente minha, hoje não temos contato, mas quando penso em um trabalho desafiador, que me motiva a dar o meu melhor, eu lembro dela, que me desenvolveu como profissional. E que bom que algumas vêm e ficam por toda vida, não apenas no pensamento, essas são anjos que andam ao nosso lado. ❤️

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.