Artrite e artrose: adultos e crianças

Foto de maos

Sabe-se que a Artrite reumatoide e artrose são mais vistas em adultos com mais de 65 anos, mas você sabia que elas também podem se desenvolver em crianças, adolescentes e adultos mais jovens?

É normal as pessoas se assustarem quando descobrem que as crianças também podem ter reumatismo. Mas é real. Esse termo é sinônimo de doenças reumáticas e engloba um grupo variado de doenças, e a artrite é uma delas.

Basicamente podemos definir a artrose como uma doença que provoca degeneração da articulação, enquanto que artrite é uma doença que provoca inflamação da articulação.

A cartilagem é um tecido das articulações existente no quadril, joelhos, coluna, mãos e tudo que articula no nosso corpo. Ela protege as articulações, absorvendo a pressão criada quando você se move e coloca estresse sobre ela. Uma redução na quantidade normal da cartilagem causa algumas formas de artrite. O desgaste normal causa a artrose.

A artrite pode ser causada por infecções ou processos inflamatórios que acometem os componentes articulares, como cartilagem, cápsula articular, ligamentos e menisco, podendo ocorrer em qualquer articulação do corpo. Já a Artrose é uma doença causada pelo desgaste da cartilagem, o que provoca aumento do atrito entre os ossos, causando dor.

Uma característica que pode diferenciar uma da outra é que a artrite reumatoide produz sintomas simétricos e bilaterais. Já a artrose não produz necessariamente os mesmos sintomas. As articulações em um lado se apresentam piores que as do outro lado.

Os sintomas variam, vermelhidão, inchaço, dores articulares, amplitude diminuída e articulações aquecidas. Estes são alguns dos sintomas da artrite, classificada como qualquer inflamação que ataque uma articulação, e que pode afetar tanto os mais velhos, quanto os mais jovens.

Entre os exemplos de casos em jovens, existem a Artrite Idiopática Juvenil, que atinge exclusivamente pessoas com até 16 anos, o Lupus Eritematoso Sistêmico, que acomete mulheres entre 15 e 35 anos, e a Espondilite Anquilosante que ataca mais homens entre 20 a 50 anos.

Além do tratamento medicamentoso e da importância de diminuir o peso corporal, a fisioterapia é fundamental para diminuição da dor e recuperação da mobilidade das articulações acometidas e deve ser iniciada assim que possível. Seu principal objetivo é reabilitar o paciente para a realização das atividades diárias, através do fortalecimento dos músculos, alongamento e aumento da amplitude de movimento articular.

O importante é nunca deixar de acreditar nas reclamações dolorosas das crianças, procure logo a ajuda de um profissional para diagnosticar o mais precocemente possível.

Gostou de saber sobre esse tema? continue acompanhando e deixe o seu comentário. Estou também no instagram e no facebook .

Até a próxima segunda!

Alessandra Cardoso

Anúncios

Sou muito grata por seu comentário, é importante pra mim.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.